Palavras!

images (2)

As palavras são tão poderosas e por muitas vezes tão pequenas, “insuficientes”, não é? 

Em uma simples palavra pode estar o mundo de alguém…

Em uma simples palavra pode estar o fim do mundo de outro alguém…

Percebo que nós conseguimos esquecer, com facilidade, fatos, lugares, roupas, épocas até pessoas, mas as palavras…

Em uma poesia, uma música, as vezes vemos, o desenrolar de toda a nossa vida… Ou simplesmente o que gostaríamos de declamar à alguém…

Interessante é que não nos apercebemos que, uma palavra, pode acabar com um dia, com uma decisão, com um sentimento, com uma história… ou pode dar força, paz, esperança…amor!

São tão contraditórios, tão imensuráveis os efeitos e sentidos que a palavra podem adquirir, dependendo de como a escutamos ou falamos. Precisamos aprender a ouvir, mas também a expressar (falar), ou seja, como – com qual intenção –  a “usamos” é a “chave”, é a questão! A diferença!  A bênção ou maldição.

Eu já usei (inúmeras vezes) palavras ruins e boas, e já senti de volta o impacto delas. E sei que só o tempo pode nos trazer a maturidade necessária para utilizá-las no tempo certo e interpretá-las sem o impositivo do “EU”. E até lá, vamos passar por difíceis e árduas tarefas de aprender a usar as palavras boas, e de esquecer as ruins que já nos disseram ou falamos.

E com conhecimento de causa lhes digo que o mais difícil é esquecer… Como é ruim… Algumas vezes elas entram dentro de você e fixam como tatuagens na pele, não saem por nada, elas chegam a mudar quem você é e como vê o mundo, tiram de você o brilho de muitos sentimentos puros, você se torna uma versão de você desgastada e mais rude e grosseira…

Como pode ser diferente?

Você está cheio de buracos feitos pelos tiros de precisão feitos por elas… As “fatídicas”.

Aí o mundo ao seu redor quer você de volta, aquele que você era! Os sentimentos e demonstrações que você costumava ter! Difícil não!

O engraçado é que por muitas vezes as mesmas pessoas que te “apedrejaram” serão as que vão querer de você o melhor! A melhor parte, as melhores palavras, o melhor “amor” sabe.

Faço essa análise pra mim, também, quantas pessoas já “apedrejei” com minhas palavras, olha e, pessoas que amo muito.

Aí você se pega perguntando quão desnecessário é essa vida que levamos, tiramos, roubamos, extinguimos dos outros. Como somos contraditórios!

E tudo está em pequenas palavras, ditas e não ditas, boas e ruins… que podíamos dizer mais ou nunca dizer…

Mais… Amo você …

Mais… Me desculpe…

Mais… Como você está?

Mais… Vai ficar tudo bem…

Mais… Você consegue…

Mais… Estou com você!!!

O menos não precisa ser nem dito… Melhor né…

(Autor desconhecido)

The Dragon (com adaptações)


Palavras!!! Apenas palavras!!!

Klau Cordeiro, o treinador do dragão

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com

 

Anúncios