O trem da vida

tumblr_labkhml50r1qcea8jo1_500_large1

“A vida é como uma viagem num trem, com suas estações, suas mudanças de curso, seus acidentes… Ao nascermos, pegamos o trem e nos encontramos com nossos pais, e acreditamos que sempre viajarão ao nosso lado, mas, em alguma estação, eles descem e nos deixam sós na viagem.

Da mesma forma, outras pessoas pegarão o trem e nos serão significativas: nossos irmãos, amigos, filhos e até mesmo o amor da nossa vida.

Muitos descerão e deixarão um vazio permanente.. outros passam tão despercebidos que nem nos damos conta que eles desocuparam seus assentos.

Esta viagem estará cheia de alegrias, tristezas, fantasias, esperas e despedidas. O êxito consiste em ter uma boa relação com todos os passageiros, dando o melhor de nós.

O grande mistério para todos é que não sabemos em qual estação desceremos. Por isso, devemos viver da melhor maneira, amar, perdoar, oferecer o melhor de nós. Assim, quando chegar o momento de desembarcar e o nosso assento estiver vazio, vamos deixar bonitas lembranças aos que continuam viajando no trem da vida!!!! ” – Autor desconhecido

Assim é a vida… um momento, um instante, uma pausa, uma viagem de trem que nos convida o tempo todo a fazer escolhas. Escolhas, ás vezes simples e outras vezes complicadas, mas sempre escolhas.

Eu escolhi seguir nessa viagem com a bagagem repleta de compreensão, amor, alegria, paz, entendimento, gentileza e muita gratidão;

Eu escolhi valorizar o que realmente importa na vida – as pessoas;

Eu escolhi permanecer no vagão da felicidade;

Eu escolhi o amor como bilhete de embarque;

Eu escolhi seguir até a última plataforma. Qual? Que importa! Importa é que eu fiz minhas escolhas.

The Dragon


E VOCÊ ESTÁ ESPERANDO O QUÊ? FAÇA SUA ESCOLHA NO TREM DA VIDA.

Você é o Trem de toda transformação!
Klau, The Dragon Coach.

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com

Anúncios

Quase um Ho’oponopono!

 e23a5ff44e08cb66967cd6e73ece79a91
A palavra Ho’oponopono significa reparar ou corrigir um erro. Ho’o significa causa e ponopono quer dizer perfeição.
Em breves palavras, Ho’oponopono é uma técnica para amenizar os problemas que vivenciamos em nossa vida, assumindo a responsabilidade por se exposto a situações desagradáveis (criticas, aborrecimentos, desentendimentos…) e também pelo próprio restabelecimento da paz em si mesmo, entrando em sintonia com Deus, o criador, para que qualquer memória dolorosa do passado seja diluída na imensidão do universo cósmico.
Eu Acolho: você compreende que aquela situação que foi vivenciada por você precisa ser resolvida (reconhecimento).
Perdão: você pede a Deus que cure (apague) o que está acontecendo dentro de você que se manifesta como um problema na sua vida (Deus dentro de você lhe ajudará a se perdoar).
Amor: você não rejeita aquele problema e expressa amor, pois sabe que a sabedoria de Deus é capaz de transmutá-la, basta amar (o amor Transmuta a energia negativa, apagando-a ).
Deixo ir: você agradece a Deus pela sabedoria divina que atuará nas suas memórias, que fizeram você vivenciar aquela experiência ( a fé no poder maior do Criador).

Quando sofremos desaforos e críticas abusivas, quando sentimos raiva, irritação em excesso e não conseguimos trabalhar as energias desse sofrimento, internalizando-os, gerando assim mágoas e ressentimentos, sentimos os reflexos nos chacras.

É como se nódulos fossem criados junto a esses pontos energéticos e o reflexo em cada chacra se faz sentir de forma e intensidade diferenciada dependendo da pessoa. Mais em uns menos em outros, tudo a depender da “re(ação)” aos acontecimentos e do grau de absorção das energias desequilibrantes.

As ondas de energias que se localizam nos chacras, perturbam-se, desequilibram-se e ondas de desamor a você mesmo passam a te envolver.

Por exemplo: A onda de energia que se localiza na região da garganta (Chacra Laríngeo), perturba-se e as energias viciadas passam a envolver toda a região, provocando engasgos – devido as energias ruins – e promovendo a perda da respiração. Isso vai te entristecer e causar um enorme desânimo.

Faça o seguinte exercício:

Busque um lugar aconchegante, coloque uma música ambiente. Inspire e expire suavemente e nesse movimento permita que suas pálpebras fechem-se vagarosamente e repita – com fé e com um desejo ardente e verdadeiro – por várias vezes as palavras abaixo:  “Eu acolho em minha vida interior a energia do perdão, da aceitação e do amor. Deixo ir de minha vida essa experiência infeliz e as pessoas nela envolvidas .” 

Depois visualize a imagem do sol, com sua luz intensa e radiante, a iluminar todo o seu corpo e penetrando através do seus chacras e principalmente o laríngeo.

Faça uma prece de agradecimento a Deus pela beleza do perdão do amor que está vivenciando.

Nunca mais permita se contaminar por energias estranhas a sua vida. Não dê guarida ao desequilíbrio. Harmonize-se com a mais pura energia do universo – Deus.

Lembre-se: Vós sois deuses…

The Dragon


VENHA! VAMOS EXERCITAR O HO'OPONOPONO! VAMOS MUDE SUA ENERGIA!

Você é o Harmonia de toda transformação!

Klau, The Dragon Coach.

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com

 

 

 

O conto do elefante e da mosca

felicidade-consigo-mesmo

Um pequeno conto e um grande ensinamento. Leia e tire sua própria conclusão. Mente equilibrada, vida equilibrada.

Um discípulo e seu mestre estavam caminhando no bosque. O discípulo se sentiu perturbado pelo fato da sua mente estar sempre numa agitação constante.

O aprendiz perguntou ao seu mestre: “Por que a maior parte das pessoas têm a mente inquieta e apenas algumas possuem uma mente tranquila? O que se pode fazer para acalmar a mente?”

O professor olhou para o discípulo, sorriu e disse: “Vou lhe contar uma história”.

Um elefante estava de pé comendo as folhas de uma árvore. Uma pequena mosca chegou e voou perto dele, fazendo um desagradável zumbido perto do seu ouvido. O elefante agitou as suas grandes orelhas para afastar a mosca, mas pouco depois ela apareceu de novo e o elefante voltou a sacudir as orelhas. Isto se repetiu várias vezes.

Após várias tentativas fracassadas de espantar definitivamente a mosca, o elefante se dirigiu a ela e perguntou:– “Por que você está tão inquieta e faz tanto barulho? Por que não pode ficar parada durante algum tempo em um só lugar?”

A mosca respondeu: 

 Sou atraída pelo que vejo, pelo que escuto e pelo que cheiro. Os meus cincos sentidos cobram tudo o que acontece ao meu redor e não consigo me controlar. Qual é o seu segredo, elefante? Como você consegue estar tão tranquilo e quieto?”

O elefante deixou de comer e disse:

“Os meus cinco sentidos não mandam na minha atenção. Tenho controle sobre ela e posso direcioná-la para onde quero. Isso ajuda a me concentrar em tudo o que faço e, assim, manter sempre a minha mente focada e tranquila. Agora que estou comendo, estou totalmente concentrado na comida. Desta forma, posso desfrutar da minha refeição e mastigar melhor. Eu controlo a minha atenção e não o contrário! E isto me ajuda a estar tranquilo.”

The Dragon


E VOCÊ TEM CONTROLADO SUA MENTE, SUA ATENÇÃO? VENHA! VAMOS ENCONTRAR O EQUILÍBRIO.

Você é o Equilíbrio de toda transformação!

Klau, The Dragon Coach.

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com

Gosta do que vê no espelho?

a8c95246f457632f44755a96d09d2c551

Quando iniciamos um relacionamento, seja qual for, junto com o amor também entregamos uma pequena lista de sentimentos: medos, frustrações, insegurança, arrogância, carências, angústias, mágoas e muitas dores emocionais. E assim fazemos, porque não providenciamos antes a construção do amor em nós. Esquecemos que primeiramente temos de amar a nós mesmos.

A maneira como nos tratamos é também a forma como vamos tratar as pessoas que amamos. Se a relação com nós mesmo não está bem, como poderemos construir uma relação saudável com outra pessoa? Inevitavelmente esse desajuste no campo pessoal afetará de forma variada e prejudicial a relação com os outros. E o mais interessante é que nem sempre temos consciência dessa falta de autoamor, e por isso passamos a responsabilizar a pessoa que amamos (amigo, namorada, esposa, filho…) pelas situações e fatos ruins que sentimos. Conforme nos diz André Luiz: ” A forma como nos tratamos cria um campo vibracional, energético entre nós e o objeto amado.”

Se nós não nos preocupamos em realizar os nossos desejos, em fazer aquilo que entendemos ser o melhor para nós, não sendo fiel com o nosso querer e com nossas necessidades, com certeza essa atitude poderá trazer desengano e decepção para os nossos relacionamentos afetivos. Precisamos prestar mais atenção às nossas necessidades, tratando com mais leveza e docilidade os nossos desejos mais íntimos. É preciso respeitar os nossos sentimentos para sermos respeitados pelas pessoas e pela vida.

Se vivemos o trágico medo da rejeição, a relação é visitada constantemente pela incontrolável necessidade de agradarmos o outro, no intuito de não perdermos o carinho, o amor.

Se guardamos frustrações e magoas no decorrer da vida, surge ferrenha e poderosa a cobrança e rigidez para com a pessoa amada, na tentativa de que ela não trilhe os mesmos caminhos que nos foi motivo de desajustes e dores.

Se não compreendemos a solidão e a carência que trazemos no interior de nossa alma, não compreenderemos a ausência do outro. Assim, a tendência é exigirmos que o outro nos conforte o ego em demasia (mimos) e expresse o reconhecimento constantemente.

Se nós nos encontramos doentes com conosco mesmo, o que acontecerá com nossas relações de amor? O mesmo!  Ela refletirá a nossa doença, dor, magoa e imperfeições.

Se dizemos que amamos alguém, sem antes ter a consciência de que nos amamos, o amor que vamos ofertar  ao outro acabará sufocado, enjaulado em nossas limitações e desencantos emocionais.

Se nós não conseguimos ter atitudes que diluam nossos problemas, dificuldades, estaremos correndo o risco colocar a nossa felicidade no bolso do outro. Ninguém é responsável por nos fazer feliz. A nossa felicidade está em nós.Só nós temos esse poder.

Jamais deixe de amar… Continue amando… O amor é a construção do infinito desencadear das relações duradouras. Ame! Mas ame da maneira que você dá conta. Ame! Mas ame com intensidade e verdade. Ame! Mas ame com a delicadeza e mo perfume da mais simples flor.

Ame! Mas ame antes de tudo a si mesmo. Conheça-te! Simples assim! AME A SI MESMO E APRENDA, APRENDENDO A AMAR O OUTRO. Fazendo assim, construímos castelos de alegria e felicidade para nossa vida e para a vida das pessoas que amamos.

The Dragon


VENHA! AME A SI MESMO E APRENDA, APRENDENDO A AMAR O OUTRO.

Você é o maestro de toda transformação!
Klau, The Dragon Coach.

https://www.facebook.com/thedragoncoach
Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com