Somos assim!

Nós choramos, sentimos, talvez mais que as outras pessoas, porque somos sensíveis, vivemos a emoção do sentimento na profundidade do momento, e sentimo-la além do olhar, no fundo da alma. Não somos descontrolados, impulsivos, frágeis, loucos… somos perceptíveis e conectados ao que amamos. Somos almas que já viveram inúmeras existências, vivenciando profundamente as paixões, e se perderam no fundo do poço da ingratidão, da decepção, e se levantaram diante dos ensinamentos Universais. Agora estamos aqui para mais uma jornada imerso no que trazemos e vivemos.

Nós sentimos, e sentimos demais cada pulsar de energia, pensamento.

Somos como antenas extremamente sensível, captando sinal ou ondulação no ambiente e pessoas que abraçamos no convívio diário. Bem assim! Sofremos e nos encantamos com coisas simples da vida, apreciando aromas, cores e poesias que escrevem os rumos da existência.

Ser intuitivo é sempre enxergar além das camadas sólidas da matéria… é observar a alma e sentir a vibração. E, isso nos faz pressintir o que ainda não aconteceu, eestá acontecendo ou saber quais lugares devemos, não devemos ir, estar ou permanecer, que tipo de energia as pessoas estão envolvidas.

Nós amamos em profundidade, temos uma forte conexão com a natureza, as pessoas, os livros e todos os ensinamentos que a espiritualidade traz ao mundo. Comumente olhamos as estrelas e sorrimos inconscientemente ao lembrarmos de casa. Sabemos que estamos aqui, mas que somos de lá!

Nunca subestime a força do ser intuitivo. Nós reconhecemos as almas boas e aquelas que ainda estão no caminho… aprendendo, buscando.

Não somos perfeitos, erramos profundamente em alguns momentos, nos sentimos perdidos na floresta negra da desilusão. Caímos mas sempre iremos nos levantar. Pois, aprendemos… sempre aprendemos em cada erro, em cada experiência e fazemos disso a nossa maior força.

Nós, seres intuitivos, carregamos nos passos e no olhar a força que vem da alma. E essa força, impulsiona toda a existência!


The Dragon 🐉💙

Barco da Vida

O que estamos vivendo tem uma resposta profunda dentro de nosso ser, e se nos afastassemos por um momento de todas os interesses, apegos, desejos associados com o mundo externo, perceberíamos que há respostas sutis, sussurradas em nossos ouvidos internos, carregadas por nossos canais intuitivos e expressadas no mais silencioso momento de nossa alma, pela janela do olhar. Para isso é preciso entrar dentro de si, sentir o perfeito equilíbrio, e perceber… O mar interior… a natureza sem fronteiras de nosso mundo interior. Sempre em constante movimento. Vai aquém das palavras. É um mundo de visões. Sentimentos. É imaginação. O mar interior não pode ser posto dentro de caixas porque para de fluir.

Ver o interior… conhecer-se. Conhecer-se bem o suficiente para se por na situação do outro, e para tirar o melhor de si.


Ver de dentro para fora… ter um forte compasso interior. Assim podemos navegar a nossa maneira, ou seguir com a correnteza, no barco da vida.

The Dragon 🐉💙

Como folha no Outono.

Tem dia que acordamos em poesia, desperto em sonhos, olhando as montanhas, enxergando a serração do momento, pensando num lugar desejando estar em outro.


Tem dia que levantamos e sentimos falta do sol, olhar, do tempo, sorriso, do vento frio, cheiro e das outras vielas por onde caminhamos descalços com suavidade.


Tem dia que despertamos e revivemos lembranças das esquinas diferentes, dos bom dias dos estranhos, que nunca mais vimos, do café coado no amor, que não sentimos a tempo…

É uma saudade intensa “de algo inteiro” que nem se tem certeza que se viveu ou a incerteza de simplesmente ter sonhado no limiar da manhã.

Eu amo… gosto de ter raízes, nos faz sentir seguros e confiantes, mas também preciso me sentir como folha solta, em dias de outono, que o vento leva magicamente pelo tempo e, mansamente deita em outras paisagens.

Vida! mágica vida!
The Dragon 🐉

Amor! Como definir.

Como almejo explicar o amor, mas como explicar um sentimento que não se define, se perde num olhar, num abraço, num sorriso, num beijo roudabo da janela, e às vezes num beijo apaixonado, sem saber porque, ou de onde vem a vontade de sentir .

O coração palpita diante do amor e não há como mensurar.
Ele tem sua beleza que espelha no olhar o que vai na alma.
Aceita as tempestades e segue adiante se renovando e crescendo.
Inunda a alma. Toma-a por completo e não pede licença para entrar.
Torna-se seu mestre invadindo seu ser, como se ali sempre morasse.

O amor apenas existe e não há como dispensá-lo. Ele se adequa, vai invadindo, como a correnteza do rio.

Amor não se impõe, apenas se supõe.

Afinal, o amor tem certeza, tem beleza. Simples assim! E vamos caminhando…

The Dragon 🐉💙

Adeus!!!

The Dragon 🐉 💙

Prazer, DRAGON.

Eu me Levanto

Pode me inscrever no livro da memória, no momento da história, na página amarga da ilusão, com mentiras amargas do olhar, ouvir e falar. Pode me deitar no pó, mas ainda assim, como o pó, vou me levantar.

No Planalto da vida “vazia” ecoa a vingança sem pudor, a maldade sem piedade. Esquecidos do perdão que pacifica, da verdade que liberta, do tempo que tudo desvela.

Querem me ver abatido? Cabeça baixa, olhar caído? Ombros curvados com lágrimas a banhar a face de minha alma a gritar enfraquecido? Ah! Assim como a lua e o sol, na primazia exuberante das ondas do mar, de onde se ergue a esperança… ainda assim, vou me levantar.

Minha dúvida é verdade… Minha verdade é dúvida… Não leve isso tão a mal, sou apenas um andarilho, ainda imperfeito, carregando pedras e ventos em minha bagagem.

Pode me fuzilar com palavras, me rasgar com olhares, me sufocar no ódio, derreter na indiferença, simples assim, como o ar, vou me levantar.

A liberdade, a lealdade, o respeito esvoaçaram no espaço da comunicação, aprisionados na angústia, na ansiedade, na tristeza. Porém na liberdade comunicativa das palavras, danço, bailo e paro no ar como se tivesse, asas de beija-flor.

Dos trapos costurei as páginas dessa história inimaginável, incontável e, Eu me levanto… acima de um passado que está enraizado na dor, Eu me levanto.

Sou uma gota no oceano da vida, vasto e irriquieto, indo e vindo contra a arrebatação, Eu me levanto… deixando para trás manhãs, tardes e noites vividos nas vozes da decepção, sons da traição, medo e sofrimento, Eu me levanto… em uma madrugada que é maravilhosamente límpida no sereno suave das palavras paterna, Eu me levanto.

Caminhando na estrada da decepção, desviando das pedras traiçoeiras, abro as assas do perdão a esvoaçar, me erguendo acima das alturas, e assim, renasço na expressão lúcida do olhar reconhecido e amado. Eu me levanto.

Eu me levanto! e sigo adiante…

The Dragon 🐉

Amanhecer da Phoenix

62199455_109861470156158_1712082596302299803_n

Amanhece… o som da noite, em seu sonho, ainda suspira saboroso. O frescor da manhã chega, despercebido, com a brisa úmida a invadir toda a caverna do Dragon. Pássaros gorgeiam suave melodia, inundando o acochegante ninho, despertando a exuberante Phoenix.

Esparramada pela cama, é um convite ao amor. Vestindo uma calçinha azul esverdeada, camiseta preta, deixando seu corpo de pela alva e suave, semi-desnudo, a receber a brisa fresca. Dragon, observa, com os olhos avidos de desejo, os detalhes do despertar timido da Phoenix balbuciando palavras desconexas…

Mansamente, Phoenix, enfrenta o raiar do dia, o brilho do sol a invadir seu ninho, embriagada de sono, esvoaça contra a gravidade matinal, senta sobre a pira, num renascer saboroso. Vislumbra, ainda sonhando, a expressão, curiosa e tranquila, desenhada nos traços fortes do desejoso Dragon. Se espreguiça com um gemido tímido de suavidade incomparável, desejosa, ameaça voar e se embrulhar gostosamente, sob as assas aconchegantes do Dragon. Mas… resiste oferecendo ao espelho um estonteante sorriso espontâneo. Phoenix! Beleza meiga, encanto mágico de um simples e intenso amanhecer. 🐉💙🔥

The Dragon 


Dragon and Phoenix o amanhecer...

Klau Cordeiro, The Dragon Coach

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com

Amor distante…

Apesar da distância,
O amor, sorridentemente,
Renasce a cada amanhecer
No jardim encantado do desejo
Como “tulipas” coloridas pela “tinta invisível” do prazer.

Nosso amor está além dos pensamentos!
Sentidos no toque intangível,
De cada suspiro de prazer,
Vivenciado intensamente na intimidade do amar.

Nosso amor está além das palavras!
… uma camisa trocada,
… um corredor de prazer,
… um toque suave,
… uma saudade sentida.

Nosso amor está além do tempo!
Do Verão… no sol da varanda,
Da Primavera… nas flores da perede,
Do Outono… nas folhas do chão,
Do Inverno… na neve do banho,
Estações da intimidade nos momentos – do amar – na maturidade de ser.

Nosso amor está além da poesia!
De uma letra desenhada com escolhas,
Numa linha traçada pelos sonhos,
Em uma página rabiscada com a “lapiseira do coração”.

Nosso amor é…
Um barco de Pensamentos sentidos,
No mar de Palavras desenhadas,
Pela areia do tempo,
Como Poesia perfumada,
No jardim das intenções… de encantar, vivenciar, compreender, ser e amar,
Continuamente no Resplandecer Infinito (do seu) Sorriso.

Happy Valentine’s day!

🔥 my love.⚘🌹 With love

The Dragon 🐉

Simples assim: Reencontro

Estar comigo mesmo, em paz, me permitiu enxergar (isso é fantástico – se reencontrar na claridade da lua no meio da noite escura) que existem momentos na vida em que, sem saber muito bem como, perdemos a tranquilidade interior que antes nos caracterizava. Isso pode acontecer por certas pessoas, relacionamentos ou por causa de determinadas situações, pressões profissionais e inclusive exigências que impomos a nós mesmos.

Perdemos o passo, o caminho e às vezes a própria essência. E manter durante muito tempo essa sensação nos faz cair inteiramente em um pântano de medo ou adentrar uma floresta de insegurança tão intensa onde tudo foge ao nosso controle. Simples assim: nos perdemos de nós mesmo. Não devemos deixar isto acontecer!

Precisamos aprender a ignorar, desativar, libertar-nos das amarras, pedras que não nos pertença e assim caminhar mais leve, suave na estrada escolhida. Não perder o rumo. Não perder as nossas raízes nem o que nos define…

É preciso ter sempre em mente que tudo aquilo que nos emociona, faz sorrir e acelera o coração, somos nós – nossa essência. Bem assim! Necessário é viver a essência da vida com autoestima, autoconfiança na estrada da vida.

The Dragon 


Reencontre-se, defina-se, seja sua essência...

Klau Cordeiro, The Dragon Coach

https://www.facebook.com/thedragoncoach

Telefone / WhatsApp: +55 (61) 99283-7346
e-mail: thedragoncoach@gmail.com